Descobrindo o Amor: Capítulo 9 – O casamento

Capitulo 9 – O casamento

Após a conversa todos voltam ao trabalho, Erick mostra a Afonso como tudo funciona na loja, as vendas físicas, as vendas online, o sistema, controle de caixa, estoques, enfim tudo que ele precisava saber, após essa apresentação Erick e Afonso saem mais cedo, Erick precisava se organizar para o casamento que aconteceria no dia seguinte, tinha que provar o terno, fazer a barba, cortar o cabelo, tudo isso em uma tarde. Na fábrica Raul e Natalia chegam animadíssimos, era hora de levar a Aline para um “SPA-House” um tipo de SPA feito pelos dois para o “pré-casamento” da amiga;

— Chegamoooos — Disse Raul entrando porta a dentro.

— Oi amiga, está pronta? — Completou Natalia.

— Gente, eu já tinha esquecido, aconteceu tanta coisa essa manhã que eu nem lembrava do casamento. — Respondeu Aline.

— Pois é para isso que estamos aqui, bora relaxar! — Disse Raul e os três saem.

A tarde foi longa, Erick viveu um dos melhores dias da sua vida ao lado de Afonso, eles fizeram diversas coisas juntos e se divertiram muito. Por outro lado, a tarde de Aline não ficou para trás, ela teve uma tarde de Rainha ao lado de Raul e Natalia. Erick e Aline estavam prontos para se casar.

— Essa tarde foi incrível Afonso, a anos não conversávamos tanto assim, tem mais uma coisa que preciso te contar. — Disse Erick.

— O que? — Questionou Afonso.

— Eu e a Aline, nós estamos nos casando por conta de um negócio milionário que ela vai fechar. — Revelou Erick.

— O que? Vocês não estão juntos? Você não ama ela? — Perguntou Afonso.

— Aí é que está, eu pensava que não, mas hoje ela me beijou e tudo mudou, não sei Afonso eu acho que estou apaixonado. — Disse Erick.

— Mas Erick, você tem certeza? Não foi o calor da emoção? Pelo que o Pedro me contou, vocês vivem brigando. — Disse Afonso.

— Não, o que eu senti foi algo inexplicável, eu nunca senti nada parecido nenhuma das outras vezes que beijei. — Disse Erick.

— Bom, então esse casamento não será tão ruim não é mesmo? — Declarou Afonso.

— Não, eu acho que depois de tanto tempo, eu finalmente estou amando Afonso. — Concluiu Erick bebendo uma taça de vinho com o irmão.

No apartamento de Aline a conversa era a mesma, ela contou sobre o beijo a Natalia e Raul que simplesmente surtaram de alegria, eles revelaram que já sentiam que Aline gostava do Erick desde quando a amiga resolveu ajudar o rapaz.

— Aí gente, então vocês acham que eu me apaixonei por aquele brutamontes? — Questionou Aline.

— Eu tenho é certeza! — Respondeu Natalia.

— Apaixonada não, você está doida por ele! — Declarou Raul.

— Mas quem não estaria, olha para aquele homem, ele é um Deus grego. — Completou Raul.

— Bom, não posso mentir, ele realmente é lindo Aline. — Disse Natalia.

— Eu só lamento não poder pegar ele depois do negócio estar fechado, já que você não vai mais se divorciar. — Concluiu Raul.

— Ei, vamos com calma, vamos ver onde isso vai dar. — Disse Aline encerrando a conversa.

No dia seguinte todos acordam cedo, finalmente havia chegado o grande dia, o dia do casamento de Aline e Erick e o dia prometia grandes emoções e é claro, confusões, os problemas começaram cedo, Aline acorda e recebe uma notícia que pode ser uma tragédia.

— O que? Não pode ser verdade? Mas como isso aconteceu? — Questionou Aline.

— Calma amiga, a gente vai dar um jeito, eles não entregaram ontem porque a dona da loja garantiu que estaria aqui hoje pela manhã, mas quando ela foi enviar descobriu que havia sumido! — Disse Natalia.

— Sumido? Mas isso é um absurdo, você precisa encontrar, ela que me mande outro! Eu exijo! — Declarou Aline.

Mas o que será que havia sumido, a eu garanto que era algo importante, aliais é algo fundamental num casamento, mas Aline havia encomendado na melhor loja do Rio de Janeiro, como eles poderiam ser tão incompetentes a ponto de perder? Mas isso não poderia ficar assim, Natalia e Raul teriam de agir e foi o que eles fizeram, saíram as catas de um vestido de noiva. Sim o vestido de noiva de Aline havia sumido, evaporou, desapareceu, mas do outro lado da cidade outra tragédia atormentava Erick, porque sim, seu terno e sapato, sumiram da mesma forma misteriosa que o vestido de noiva de Aline, mas quem poderia ter feito isso, como poderiam ter coragem, pois bem a resposta era óbvia tem um dedo de Andressa ai no meio, mas será? Ela teria essa audácia toda? Era o que Raul e Natalia iriam descobrir.

Natalia e Raul saem as catas de Andressa, eles ligam a Pedro que passa o endereço dela, chamam um uber e vão atrás da moça, chegando ao endereço Natalia e Raul tocam a campainha e quando a porta se abre, uma surpresa para Andressa.

— Oi Andressa! — Disse Natalia.

— Será que a gente pode entrar! — Completou Raul entrando mesmo sem a resposta de Andressa.

— Mas o que significa isso, vocês estão pensando o que? — Disse Andressa.

— Não estamos pensando nada, nós temos é certeza, onde está o vestido de noiva de Aline! — Declarou Natalia.

— Vestido de noiva? Do que vocês estão falando? — Questionou Andressa.

— AAAAAAHH garota, deixa de ser cínica, onde está?! — Disse Raul já perdendo a paciência.

— Eu não sei de vestido nenhum! — Disse Andressa.

— Pois bem, Raul segura minha bolsa! Eu vou arrancar esse vestido da língua dessa vaca! — Disse Natalia pulando sobre Andressa.

A confusão não durou muito, em meios aos tapas e pontapés em Andressa ela finalmente revela, mas a notícia não foi das melhores, Andressa havia queimado o vestido de Aline e o traje de Erick, as coisas não estavam indo muito bem, Raul e Natalia deixam o apartamento de Andressa e se deparam com um novo problema, como eles vão arrumar um vestido e um traje em cima da hora. Era momento de improvisar, eles se separam Raul vai para casa de Erick e Natalia volta para o apartamento de Aline.

No apartamento Aline estava mais que nervosa, o maquiador já não suportava retocar tanto a maquiagem, seus cabelos já não haviam laque que segurasse, mas finalmente Natalia chega.

— E então?? Encontrou?? — Questionou Aline.

— Encontrei! — Respondeu Natalia.

— Ah, graças a Deus, eu já estava desesperada! — Disse Aline aliviada.

— Pois é… Aline… ele estava com a Andressa, e… ela… — Dizia Natalia.

— A Andressa? Mas como, pare de gaguejar Natalia diga logo, conseguiu recuperar? — Disse Aline aflita novamente.

— Ela queimou! Queimou o vestido e o traje de Erick, não sobrou nada amiga. — Revelou Natalia.

— O QUE?? EU MATO ELAAA!! — Gritou Aline.

— Calma Aline, agora não é hora para escândalos, precisamos resolver o problema da roupa de vocês! — Falou Natalia tentando acalmar a amiga.

— Você tem razão, mas o que vamos fazer Natalia? — Questionou Aline.

— Eu vou dar um jeitinho nisso! — Declarou Natalia.

Natalia abre o closet de Aline e começa a olhar peça por peça, ela pega o celular e faz uma chamada de vídeo para Raul que atende já no apartamento de Erick.

— E ai Raul, como vamos resolver? — Questionou Natalia.

— Amiga, você não tem noção, o Erick só tem um blazer, o resto do guarda roupa dele é todo de camisetas, calções e calça jeans! — Revelou Raul.

— Então vamos ter que improvisar! Você me entendeu, não é? — Perguntou Natalia.

— Ahhh, entendi sim! — Respondeu Raul.

Eles desligam a chamada e começam uma operação, Raul revira o guarda roupa de Erick e encontra uma camiseta básica branca, um calção de sarja branco e o blazer branco que ele tinha, nos pés ele usou tênis mesmo, bem despojado. No apartamento de Aline, Natalia encontra um vestido de festa lindo da amiga, todo branco, ela pega uma tesoura e manda a ver, a peça chique virou uma peça despojada e bem moderna, Aline estava pronta, assustada com o que Natalia e Raul estavam planejando, mas confiante pois os amigos a salvaram.

Todos partem ao casamento, no caminho Erick começa a ficar nervoso, sim ele estava daquele jeito que todos os noivos ficam momentos antes do casamento, a ficha finalmente estava caindo. Por outro lado, Aline estava com mais raiva de Andressa do que nervosa, Andressa achou que poderia estragar o casamento de Aline e Erick, mas não contava com os talentos de Raul e Natalia.

Chegando ao local da cerimônia, os convidados já estavam entediados, a demora era tanta que até o juiz de paz e as testemunhas sentaram à beira do altar, finalmente eles chegaram, todos se recompõem e Erick entra no salão. Todos ficaram chocados com o traje de Erick, pois não se esperava menos, um noivo de calção e tênis, bem era o que as circunstancias ofereciam. Agora era vez de Aline, ela entra no salão com seu pai, Erick olha para ela e não consegue descrever tamanha beleza, Aline estava magnifica, Natalia havia feito algo fenomenal e isso era visível, não era um vestido de noiva, era algo melhor, era algo moderno e encantador.

— Meu Deus! Eu arrasei nesse vestido! — Cochichou Natália.

— Realmente! Mas não tire meus méritos, o Erick também está uma gracinha! — Revidou Raul.

— O que seria da Aline sem nós! — Declarou Natalia.

— O que seria da moda sem nós! — Decretou Raul.

Aline segue em direção ao altar:

— Bom, aqui estamos nós. — Disse Erick.

— É, aqui estamos nós! — Respondeu Aline.

Os dois se viram para o juiz de paz, e o mesmo inicia a cerimônia. Após todos os protocolos finalmente chegamos a pergunta principal.

— Aline Aparecida Ferreira, você aceita Erick Candido Pinto como seu legitimo esposo? — Perguntou o juiz.

— Pinto! Espera aí, você… seu sobrenome é Pinto? — Questionou Aline em choque.

— É, é sim, mas porque essa pergunta agora? — Perguntou Erick estranhando.

— Não, não vai dar! — Respondeu Aline.

Todos então se levantam e se espantam com a resposta de Aline, como assim “não vai dar” os convidados estavam em choque.

— O que?? E por que não vai dar?? — Questionou Erick.

— Porque não combina, meu querido, seu sobrenome não combina comigo! — Respondeu Aline.

— Aline, que história é essa de sobrenome não combina?? — Questionou Taisa.

— Você está maluca? — Completou Erick (advogado).

— Não, quem está maluco sou eu de querer casar com essa fera sem noção! — Disse Erick.

— Fera é a sua avó!! — Respondeu Aline deixando a avó de Erick surpresa.

— Eu é que não caso com você seu brutamontes! — Completou Aline.

O juiz de paz observa toda aquela confusão e encontra um jeito de terminar.

— Pois bem Aline, então você não quer se casar com esse brutamontes, não é mesmo? — Questionou o Juiz.

— Sim! — Respondeu Aline brava.

— E você Erick também não quer se casar com essa fera, não é mesmo? — Perguntou o Juiz.

— Sim! — Respondeu Erick emburrado.

— Pois bem eu vos declaro marido e mulher! Pode beijar a noiva! — Disse o Juiz, afinal os dois responderam sim.

— O que?? — Perguntaram os dois simultaneamente.

— Estão casados e agora me deem licença porque temos uma festa cheia de doces e bolos para aproveitar, acreditem em mim, vocês ainda vão me agradecer por tê-los casado. — Respondeu o Juiz.

Todos assinam os papéis e finalmente, após um pequeno golpe do juiz, Aline e Erick estavam casados. Todos vão para a festa e aproveitam ao máximo, inclusive Aline e Erick, eles não imaginavam que a festa seria tão boa, recheada de pessoas que gostam deles, foi um dia feliz, talvez esse casamento não fosse tão ruim quanto Aline pensava.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: