O Preço de um Segredo: Capítulo 2

Capítulo 2 – A Escolha.

Maio de 1995.

Lilian acorda em uma bela manhã de domingo, ela vive em um apartamento de luxo no Leblon com vista para o mar. A jovem leva uma vida de rainha, sempre coberta por joias e as melhores roupas não poupa quando vai ao shopping junto de dois seguranças.

— Bom dia, minha rainha! — Cumprimentou Álvaro agarrando-a pela cintura e beijando seu pescoço.

— Bom dia amor da minha vida! — Respondeu Lilian beijando-o.

— Que noite tivemos, pena que passou tão rápido. — Disse Álvaro vestindo a calça.

— É, e quando você volta? Já estou com saudades! — Perguntou Lilian sentando-se na cama.

— Essa noite mesmo, você sabe que não aguento ficar muito tempo longe de você! — Respondeu Álvaro vestindo a camisa.

— Então por que não larga ela e me assume logo? — Questionou a jovem.

— Você sabe o porquê! — Declarou Álvaro.

— É complicado, tem muita coisa em jogo, não posso me divorciar! — Continuou Álvaro.

Álvaro termina de se vestir e vai até Lilian que está pensativa, ele se aproxima e a beija.

— E se eu estivesse grávida? Você me assumiria? — Questionou Lilian.

— Nem brinca com uma coisa dessa, isso é impossível, sempre uso preservativo. — Respondeu Álvaro.

— Deixe de pensar besteira, muita mulher gostaria de levar a vida que te proporciono! — Concluiu Álvaro em tom arrogante.

Álvaro deixa o apartamento e segue para sua empresa, o rapaz é herdeiro de uma grande rede de supermercados. Em sua sala Álvaro pensa no que Lilian disse mais cedo, e se Lilian estivesse grávida, como seria? Álvaro precisa tirar essa história a limpo.

No apartamento Lilian abre uma gaveta e retira um envelope, dentro havia um exame que comprovava sua gravidez, a jovem ajoelhasse aos pés da cama e começa a chorar.

— E agora? O que farei? — Disse Lilian aos prantos.

Em seu escritório Álvaro recebe a visita de sua esposa Marieta, uma mulher elegante e de boa família que assim como Álvaro tinha suas posses, seus pais são fazendeiros com milhares de cabeças de gado em Minas Gerais.

— Bom dia meu amor! — Disse Álvaro indo em direção a esposa.

Ao se aproximar Marieta dá um tapa no rosto do marido.

— Onde você esteve ontem a noite? — Questionou Marieta com lagrimas de raiva nos olhos.

Álvaro virasse e vai em direção a sua cadeira, ele é um homem ardiloso e enquanto caminha pensa em cada mentiria que sairá de sua boca.

— Passei a noite toda aqui! Trabalhando para manter o nível de vida que proporciono a você e as crianças, e é assim que você me agradece Marieta? — Declarou Álvaro.

— MENTIRA! Você acha que sou boba Álvaro? — Respondeu Marieta aos berros.

— Você estava com ela não estava? ADIMITA! Seja homem pelo menos uma vez na sua vida! — Continuou Marieta.

— Você está maluca! Marieta você é completamente maluca! — Revidou Álvaro.

— Eu te amo e já provei isso milhares de vezes! Quer comprovar que estive a noite toda aqui, pergunte a Nicolau! — Concluiu Álvaro.

Nicolau é motorista de Álvaro a anos, ele sempre soube e acobertou as escapadas do patrão, afinal ele recebe e muito bem para manter esses segredos.

— Álvaro vou te avisar pela última vez, se eu descobrir que você está se encontrando com aquela mulherzinha de novo, juro a você que me separo no mesmo instante, sem nem pensar duas vezes! — Concluiu Marieta deixando o escritório do marido.

— Droga! — Resmungou Álvaro sentando-se em sua cadeira.

Na saída da empresa Marieta encontra Nicolau e questiona o motorista sobre a noite de Álvaro.

— O Senhor Álvaro passou a noite toda aqui dona Marieta, eu posso garantir! — Respondeu o motorista.

— Nicolau, obrigada por me confirmar, hoje a tarde passe ao banco, vou deixar uma ordem de pagamento no seu nome pelos seus serviços, e não esqueça continue de olho no Álvaro para mim. — Disse Marieta.

Sim Nicolau criou um esquema, ele recebe de Álvaro para mentir a patroa que ele passa a noite no trabalho e recebe de Marieta para ficar de olho no patrão. Ambos os patrões são enganados e Nicolau sai com lucro em dobro.

O dia passa e Álvaro vai até o apartamento ver Lilian, no apartamento a jovem o espera pronta para mais uma noite, os dois jantam e vão para a banheira, na banheira Lilian resolve revelar a Álvaro que está esperando um bebê do empresário.

— O QUE? Você está maluca, já disse que isso é impossível! — Declarou Álvaro.

— Não é, meu amor não é! Furei suas camisinhas, todas elas! — Revelou Lilian.

Álvaro entra em estado de choque com o que Lilian o revelou, ele não pode acreditar no que ela fez, como ele explicaria a Marieta que está esperando um filho bastardo, um filho de uma mulher que era sua secretária a três meses atrás! Álvaro olha para Lilian em seus braços na banheira e só vê uma alternativa.

Sem pensar direito Álvaro agarra nos cabelos de Lilian e começa a afogar a moça na banheira, ele não pode deixá-la viva, ela arruinaria sua vida, seu casamento. Lilian começa a se debater e Álvaro não a solta, quando a jovem começa a perder as forças Álvaro perde a coragem e a moça finalmente sai da banheira e retorna a respirar, em choque ela cai no chão e olha para o rapaz que começa a chorar arrependido.

— Me desculpe Lilian… — Disse Álvaro em meio as lagrimas.

Lilian começa a se arrastar pelo chão do banheiro incrédula pelo que acabou de passar, Álvaro a segue pedindo perdão. Assim que se recuperam Álvaro tenta conversar com Lilian.

— Não quis fazer aquilo… — Defende-se o rapaz.

— Mas fez Álvaro! Você ia me matar! — Revidou Lilian.

— Estou desesperado, você tem noção do que fez Lilian? — Declarou Álvaro.

— Eu fiz por amor! Álvaro eu te amo e já não suporto mais viver escondida. — Respondeu Lilian em meio as lagrimas.

— Você me ama? — Questionou Álvaro.

— Amo! Muito Álvaro! — Declarou-se Lilian.

— Faria qualquer coisa por você! — Concluiu a jovem.

— Então tira esse bebê! Tira ele e juro que me separo em um mês e nos casamos! — Declarou Álvaro.

— O que? Tirar a criança? Álvaro? — Disse Lilian em choque com o pedido.

— Você precisa, prova para mim que me ama de verdade, prova e me caso com você! — Propôs o rapaz.

— Vai embora Álvaro! Saia daqui agora! — Ordenou Lilian.

— Lilian, pensa no que eu te disse, juro para você que me separo! — Insistiu Álvaro deixando o apartamento.

Álvaro parte para casa e Lilian fica pensativa, ela não consegue acreditar na proposta que recebeu, Álvaro era tão desumano a ponto de pedir para que ela abortasse a criança, isso é grave e Lilian jamais aceitaria, não aceitaria porque desde que descobriu que estava grávida ela já amava aquele bebê, não aceitaria porque ela decidiu que seria mãe e nem a proposta de Álvaro a faria voltar atrás em sua decisão, se Álvaro não quer assumir o filho ela o terá sozinha.

Na manhã seguinte Álvaro chega ao escritório e recebe a visita de seu pai, ele conta tudo o que aconteceu ao pai e lhe pede um conselho.

— O senhor precisa me ajudar pai, estou desesperado e não sei o que fazer! — Clamou Álvaro.

— Você é um imbecil Álvaro, como pode se deixar enganar por uma mulherzinha de quinta! — Respondeu o pai.

— Você precisa se livrar dela, você precisa sumir com essa mulher o mais rápido possível! — Aconselhou o pai de Álvaro.

Sumir com Lilian, era isso que Álvaro faria, mas como? Qual seria o próximo passo? Álvaro já havia tentado matá-la uma vez e não conseguiu, isso não é um serviço para ele.

Em casa Marieta recebe a visita de uma amiga enfermeira.

— Jade, que bom que você chegou, então conseguiu? — Questionou Marieta.

— Sim, aqui está! — Respondeu Jade entregando um envelope para Marieta.

Marieta abre o envelope e ali está a salvação do seu casamento com Álvaro.

— É isso! Com esses exames falsos consigo prender o Álvaro a mim pelo resto da vida! — Declarou Marieta.

— Isso não vai me complicar… não é Dona Marieta? — Perguntou Jade.

— Não se preocupe, não irei envolver você nessa história, aqui está, como tínhamos combinado. — Respondeu Marieta entregando um envelope de dinheiro a Jade.

No escritório Álvaro recebe a visita de Marieta, pela primeira vez em anos a esposa chega ao escritório dele com um sorriso no rosto.

— Marieta? O que faz aqui? — Questiona Álvaro surpreso.

— Estou aqui porque não pude esperar mais para te dar essa notícia! — Respondeu Marieta.

— O que foi? Aconteceu alguma coisa? — Pergunta Álvaro.

— Aconteceu! Álvaro meu amor, estou grávida! — Revelou Marieta.

— Grávida? — Questiona Álvaro surpreso.

— Sim, você não está feliz? — Pergunta Marieta estranhando a reação do marido.

— Estou, claro que estou! — Responde Álvaro abraçando e beijando a esposa.

Mas a verdade é que Álvaro está em choque, Marieta e Lilian estão esperando um filho seu, Álvaro sabe que terá que se livrar de Lilian o quanto antes.

No apartamento Lilian recebe uma visita de Nicolau que foi levar um recado de Álvaro a jovem, na carta o rapaz solicita encontrá-la naquela tarde, mas diferente das outras vezes Álvaro quer vê-la fora do apartamento.

— Será que ele vai me assumir de vez! — Pensou Lilian esperançosa.

A jovem se arruma e vai acompanhada de Nicolau para o encontro com Álvaro.

— Mas para onde estamos indo Nicolau? — Questionou Lilian.

— Vamos ao encontro do senhor Álvaro. — Respondeu o rapaz.

— Mas estamos saindo da cidade! — Pontuou Lilian.

— É.… ele a aguarda em um lugar distante Lilian, não se preocupe, logo chegaremos. — Concluiu o motorista.

Nicolau leva Lilian até uma estrada no interior do Rio de Janeiro, na estrada ele pede para que a moça desça do carro.

— Descer? Mas o que está havendo? — Questionou a moça assustada.

— Apenas faça o que estou lhe pedindo! — Declarou o motorista.

Lilian desce do carro junto a Nicolau.

— Aqui é o fim da linha para você Lilian! — Disse Nicolau.

— Você está maluco! Você não pode me abandonar aqui Nicolau! — Clamou Lilian.

— E quem disse que vou te abandonar? — Respondeu Nicolau sacando uma arma.

Nicolau ordena que Lilian vire de costas e comece a andar para bem longe, quando a jovem obedece ao motorista ele aponta a arma para as costas da jovem.

— Me perdoe senhorita Lilian! — Disse Nicolau.

Ao perceber o que está prestes a acontecer Lilian entra em desespero e suplica ao motorista:

— Nicolau, por favor não faça isso, estou grávida! — Anuncia a jovem.

O motorista então fica em choque com o que acabou de ouvir.

— Grávida? Do que você está falando? — Questiona Nicolau.

— Estou esperando um filho do Álvaro! — Conclui Lilian com lagrimas escorrendo pelo rosto.

Lilian conta toda a história ao motorista que se arrepende do que estava prestes a fazer.

— Eu não sabia que você estava grávida, o seu Álvaro solicitou o serviço, mas não me informou desse detalhe, jamais mataria uma mulher grávida! — Declarou Nicolau arrependido.

Nicolau é um homem de muitos serviços, além de motorista é envolvido em diversos assassinatos encomendados por seus patrões, mas ele nunca foi pego por nenhum desses crimes. O motorista tem uma ideia, ele leva Lilian até uma casa abandonada no interior.

— Você fica aqui até o bebê nascer, depois disso a gente vê o que faz, eu te trago comida e tudo o que precisar. — Disse Nicolau.

Lilian concorda com os termos estabelecidos pelo motorista e assim a jovem ficou durante nove meses. Em todo esse tempo Nicolau cumpriu o prometido, levava comida e tudo o que ela precisava, com o passar do tempo o motorista foi comprando moveis e foi reformando a casa velha.

Na cidade, Marieta conseguiu sustentar sua mentira durante os nove meses de gestação, tudo graças a Jade que arrumava exames e ultrassons a ela em troca de uma bela quantia em dinheiro.

— Aqui está, obrigada mais uma vez! — Agradeceu Marieta entregando mais um envelope de dinheiro a Jade.

— Tudo bem, já vou indo então. — Disse Jade.

— Espere Jade, tenho mais um pedido a fazer. — Revelou Marieta.

— Sim, o que a senhora precisa? — Questionou Jade.

— Preciso de um bebê! — Declarou Marieta.

— Um bebê? Mas dona Marieta… — Dizia Jade.

— Eu te pago o que for preciso, mas você precisa me ajudar, me traga um bebê Jade e vou deixa-la rica! — Declarou Marieta.

No último mês da gravidez Nicolau tirou suas férias e acompanhou o fim da gestação ao lado de Lilian, os dois criaram uma amizade, uma grande amizade. Nos últimos dias de gestação Lilian informa o motorista de sua decisão sobre o futuro da criança.

— Não posso ficar com ele Nicolau. — Informou Lilian com os olhos cheios de lagrimas.

— Mas o que faremos Lilian, quer que eu o entregue a algum orfanato da cidade? — Questionou o motorista.

— Não! Você precisa entregá-lo a alguém que você sabe que irá cuidá-lo. — Disse Lilian.

— Tudo bem, tem uma senhora na rua da minha irmã, ela é enfermeira e vive sozinha, vou deixá-lo na porta da casa dela! — Informou Nicolau.

            Fevereiro de 1996.

No Hospital Elisa e Jade trocam os bebês, o bebê de Leticia a moradora de rua é entregue a Mariana e o marido e recebe o nome de Afonso.

Jade pega o bebê de Mariana que supostamente havia morrido e entrega-o a Marieta que espera nos fundos do hospital.

— Oh, meu pequeno, meu amor, meu Felipe! — Declara Marieta com o bebê no colo.

Na casa do interior, uma parteira entrega o bebê no colo de Lilian.

— Meu bebê, a coisa mais linda desse mundo! — Declara Lilian emocionada.

— Me perdoe por não poder cuidar de você, mas tenho certeza que ainda vamos nos reencontrar, sempre estarei com você meu filho! — Despediu-se Lilian beijando a cabeça do filho e entregando-o a Nicolau.

Em frente a casa da enfermeira Elisa, Nicolau despede-se do pequeno filho de Lilian.

— Adeus meu pequeno! Não se preocupe, eu sempre estarei por perto! — Disse Nicolau ao bebê.

Dentro da casa Elisa se prepara para um banho quando ouve um trovão, a tempestade já está chegando, após o banho ela prepara-se para jantar quando ouve a campainha de sua casa, mas quem será uma hora dessa, já é passado da uma da manhã, a enfermeira vai até o portão de sua casa e encontra uma cesta, dentro dela mais uma surpresa, um bebê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: