A Última Existência: Texto III – O Dia em que a Terra ficou sem Água.

Texto III: O dia em que a Terra ficou sem Água. (Autor desconhecido, texto retirado da internet.)

Era final de fevereiro no verão de 2019. Acordei cerca de 4 da tarde nesse dia, mas não porque tinha qualquer compromisso cedo.   

Fui rapidamente despertar minha esposa e meus filhos já adolescentes: 

― Boa tarde! Vamos tentar novamente hoje antes que seja tarde demais. ― Sussurrei.

Isto vem acontecendo há alguns meses, a primeira vez foi realmente estranho, agora se tornou parte da nossa rotina, mas lembro-me ainda do primeiro aviso deste tipo no noticiário local, lia-se: 

 “ALERTA: amanhã esta cidade será incluída no rodízio nacional de conservação de água, durante os próximos 3 dias não haverá qualquer fornecimento de água para sua casa”. 

Três dias, pensei. Como nós vamos permanecer 3 dias sem água! 

Todas as casas agora tinham pelo menos duas caixas d’água para conseguir sobreviver durante os dias secos, não se tratava mais de conservação de água, em alguns casos tornou-se uma questão de sobrevivência.  

Alguns locais foram criados pelas autoridades, de modo que poderíamos ir pegar água em casos extremos, mas as pessoas tinham que esperar na fila durante cerca de 4 horas e houveram relatos de muitas brigas e discussões.   

Isto foi há um ano, agora a situação era diferente aqueles foram tempos mais fáceis, lembro-me que não muito tempo atrás, talvez dez anos, tudo era tão diferente me lembrei do tempo quando eu abria as torneiras enquanto escovava os dentes, olhando para o espelho enquanto a água descia, o som e o cheiro de água limpa e fresca fluindo continuamente, de quando abríamos nosso chuveiro por alguns minutos aguardando o banheiro ficar quente.  

Tudo isso soava tão natural, algumas vezes esquecíamos e começávamos a fazer outras coisas na casa, e talvez após 5 minutos voltávamos para encontrar o banheiro enevoado, úmido e quente. Ainda recordo a sensação gostosa daquele vapor no meu rosto, na frente de casa havia uma pequena lagoa que vimos secar em um mês quando a crise atingiu mais duramente.   

Agora ficamos sem água corrente durante cerca de 2 meses, a prefeitura libera água no encanamento no início da tarde, mas a pressão é muito baixa. Portanto, temos que acordar cedo da noite e preparar-nos para bombear o quando pudermos de água, quando o problema se tornou crítico as autoridades mudaram o horário de trabalho, com a escassez de água e o aumento das temperaturas nós agora dormimos durante o dia e saímos durante à noite.   

Banhos agora são um luxo, banheiros são lugares do passado, tudo foi adaptado para funcionar sem água. É inacreditável como somos criativos quando atingidos por uma catástrofe, e egoístas.  

A água, que é atualmente a mais cara de todas as coisas, uma vez foi desperdiçada de todas as maneiras possíveis, agora a água é exclusiva para beber e para produção de alimentos.   

Quase todos os rios e lagos desapareceram. As plantas de dessalinização da água do mar não estão sendo capazes de acompanhar a redução drástica em água doce ao longo dos últimos anos, os governos estão prometendo grandes investimentos em infraestrutura, mas levará tempo. 

Meus filhos voltam e me dizem que conseguiram bombear água suficiente para encher uma caixa, que provavelmente vamos ter que fazer durar pelo menos uma semana.  Ouvimos notícias que a produção de alimentos está em risco em algumas partes do mundo e que grande imigração deve ser esperada, o destino principal é a América do Sul, o lugar onde reside a última cachoeira do mundo. Nós estávamos planejando ir visitar com as crianças, pois eles não se lembram de como é um rio, mas tivemos que desistir, uma cidade foi construída em torno e é quase impossível chegar lá, você tem que literalmente brigar para passar pela cidade e o exército local está encarregado de proteger o lugar. Um Trabalho duro.  

Bem, vamos voltar a dormir, vai ser uma longa noite de trabalho, é engraçado como as decisões que não tomamos são tomadas por nós, no entanto, não necessariamente do modo que gostaríamos.   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: