O Preço de um Segredo: Capítulo 6 – Uma Nova Chance.

Capítulo 6 – Uma Nova Chance.

Alguns dias depois da demissão de Pedro, o jovem volta a procurar emprego, ele passa pela Rio de Janeiro inteira e não consegue nada, na volta para casa Pedro passa em frente a uma loja de suplementos.

— Não custa tentar. — Pensou Pedro.

Ao entrar na loja Pedro se depara com um jovem que vem lhe receber, ele é alegre, animado e têm um brilho diferente, uma pessoa que faz com que o outro se sinta bem com um simples sorriso.

— Boa tarde, tudo bem? Posso ajudar? — Perguntou o rapaz.

— Boa tarde, meu nome é Pedro e gostaria de saber se poderia deixar um currículo aqui. — Disse Pedro.

De repente o telefone da loja começa a tocar, o rapaz pede para que Pedro aguarde um instante, nesse meio tempo que o rapaz atende o telefone chegam na loja alguns clientes, após desligar a ligação o rapaz pede para que Pedro aguarde mais um pouco até que ele consiga se liberar. Pedro observa todo aquele movimento e fica animado.

— É, ele realmente precisa de ajuda! — Pensou Pedro.

Nesse momento mais alguns clientes entram na loja e Pedro toma a liberdade de auxiliar o rapaz. Pedro mostra alguns suplementos aos clientes e o dono da loja o observa de canto.

— Eu vou levar! — Respondeu o cliente a Pedro.

— Pago onde? — Questionou o cliente?

— Isso já é com ele, mas você pode aguardar ali próximo ao caixa! — Respondeu Pedro.

Após se liberar o rapaz retorna para conversar com Pedro.

— Me desculpe, a loja é assim todo dia, uma correria. — Disse o rapaz.

— Seu nome é Pedro, não é? — Perguntou o rapaz.

— Isso! — Respondeu Pedro.

— Ótimo! Eu sou Erick! — Disse o rapaz cumprimentando Pedro.

— Bem, e se você começar agora? — Questionou Erick.

— Agora? — Disse Pedro.

— É, te ensino tudo, eu realmente preciso de ajuda como você mesmo percebeu. — Respondeu Erick.

— Tudo bem! Vamos lá! — Disse Pedro animado.

Durante o resto da tarde Erick explica tudo sobre a loja e o sistema de vendas a Pedro, ele aprende tudo com muita facilidade pois sempre foi um rapaz aplicado. No fim do dia Pedro e Erick fecham a loja.

— Foi um grande dia não é mesmo? — Questionou Erick.

— É, foi mesmo, e então, gostou dos meus serviços? Posso voltar amanhã? — Disse Pedro apreensivo com a resposta.

— Você está brincando? É claro que você volta amanhã, depois e depois hahaha. Está contratado! — Declarou Erick.

Pedro corre para casa contar a novidade para a avó, ele está muito animado com o emprego novo. Ao chegar em casa ele e Elisa comemoram a notícia.

— Eu não disse para você! — Disse Elisa.

— É, a senhora tinha toda razão! — Respondeu Pedro abraçando a avó.

No dia seguinte Pedro retorna para seu segundo dia de trabalho na loja de suplementos, ao chegar ele se depara com o primeiro cliente do dia, Felipe, sim o rapaz compra suplementos com Erick desde que ele havia aberto a rede Fit for Fit.

— Bom dia! — Disse Pedro.

— O que você faz aqui? — Questiona Felipe.

— Eu trabalho aqui agora. — Respondeu Pedro.

Erick chega para abrir a loja e se depara com os dois.

— Bom dia! — Disse Erick todo animado.

— Erick, não sabia que você contratava ladrãozinho para trabalhar com você! — Declarou Felipe.

— Ladrãozinho? — Questionou Erick.

— É, esse ladrãozinho trabalhou em um dos nossos supermercados, ele tentou roubar meu relógio. — Revelou Felipe.

— Isso é mentira Erick! Eu nunca tentei roubar nada! — Defendeu-se Pedro.

— Pedro, é melhor você subir e se trocar, depois a gente conversa. — Disse Erick sério, sem aquele sorriso cativante no rosto.

— Bom, você precisa de alguma coisa Felipe? — Perguntou Erick.

— Sim, o mesmo de sempre! — Respondeu Felipe.

— E Erick, abre o olho com esse Pedro! — Aconselhou Felipe.

Erick se libera do atendimento e em seguida Pedro desce, o patrão olha para o rapaz que está apreensivo sobre o que aconteceria.

— Pedro, vou te fazer uma única pergunta e quero que você responda olhando nos meus olhos! — Disse Erick.

— Você tentou roubar aquele relógio? — Questionou Erick.

— Não! Nunca faria aquilo! — Afirmou Pedro.

— Ótimo, acredito em você! — Respondeu Erick.

— Foi tudo uma armação Erick, o Felipe não gosta de mim e isso não é de hoje… — Revelou Pedro.

— Eu conheço esse tipo de gente, pessoas que se sentem superiores e ao mesmo tempo ameaçadas por gente como nós, são a pior raça! — Declarou Erick.

— Então você não vai me demitir? — Perguntou Pedro.

— Não, jamais faria isso! — Respondeu Erick.

Pedro se emociona com a atitude do patrão.

— Obrigada Erick! — Agradece Pedro.

Pedro e Erick trabalham o dia todo, aquele foi mais um dia produtivo para loja, além de trabalhar eles conversaram muito um sobre a o outro. Nos dias que passaram eles foram criando uma amizade forte, sempre apoiando um ao outro. Nos meses seguintes Erick precisou contratar novas pessoas, os dons administrativos de Pedro fizeram a loja expandir, em menos de três meses Erick abriu uma filial, os negócios só cresciam e muito desse crescimento foi influenciado por Pedro.

Janeiro de 2021.

Mais um ano chega e Erick se prepara para inaugurar mais uma filial da sua rede de suplementos, Pedro agora está com vinte e quatro anos e desde que começou a trabalhar com Erick a Fit for Fit só cresceu, atualmente eles são a maior rede de suplementos de toda a Rio de Janeiro. Pedro passou de vendedor a gerente da rede e de quebra se tornou o braço direito de Erick nos negócios.

— “Vambora” rapaziada! —  Disse Pedro aos funcionários da loja.

— Já tenho duas remessas de suplementos que estão para chegar. — Declarou Pedro.

O dia estava ótimo, a primeira remessa foi descarregada e tudo está às mil maravilhas, até que uma pequena confusão se inicia em frente à loja.

— Não, você não pode estacionar aqui! — Disse Pedro ao motorista do caminhão da fábrica de bolos Doce Mel que fica em frente à loja.

A fábrica é de uma moça chamada Aline, ela e Erick vivem em pé de guerra desde que se conheceram.

— Mas moço, é questão de cinco minutos, eu carrego os bolos e já saio! — Declarou o motorista.

— Negativo, nosso caminhão já vem ali! — Insistiu Pedro.

Em meio a essa discussão Erick aparece e tenta resolver o assunto, porém antes que pudesse concluir Aline aparece e tudo vira uma confusão, voou bolo para todo lado. Após a confusão todos voltam a loja de suplementos para se limpar.

— Essa mulher é maluca! — Esbravejou Erick subindo para o escritório.

— Também acho ela maluca, mas também acredito que você goste dela! — Declarou Pedro.

— Nunca! Nunca que eu ia gostar de uma fera dessa! — Respondeu Erick.

— Erick, está na cara, não adianta se enganar! — Declarou Pedro.

— Você está maluco Pedro, entrou bolo dentro da sua cabeça é? — Revidou Erick.

Após mais um dia de trabalho Pedro retorna para casa, sua avó ultimamente não se sente muito bem e por esse motivo Pedro volta cedo para vê-la. Em casa Pedro prepara o jantar e senta-se para assistir à novela das nove com a avó.

— Eu adoro essa novela! — Disse Elisa.

— Eu também, adoro ver essa novela com você! — Respondeu Pedro olhando para a avó com ternura.

Pedro não sabe por que, mas ele sente que deve aproveitar esse tempo com a avó ao máximo, ele sabe que não será eterno e teme o dia da despedida.

Na casa de Felipe as coisas também haviam mudado, sua irmã Vitória está cursando direito, e o rapaz está prestes a assumir os negócios da família. Felipe não aparece mais na loja de suplementos desde que Erick optou por não demitir Pedro, ele ficou com raiva e desde aquele dia jurou que se vingaria de Pedro e Erick. Vitória se preocupa com o irmão, já faz um tempo que ela observa um comportamento estranho e agressivo nele.

No dia seguinte Felipe se veste no quarto, seu pai Álvaro está em seu último dia como presidente da empresa e anunciará nessa manhã quem assumirá seu lugar a frente da rede de supermercados. O rapaz está vestindo a gravata em frente ao espelho.

— Hoje é o dia! Pena que não poderemos nos despedir! Mas isso tudo é culpa sua! — Disse Felipe olhando seu reflexo no espelho.

Na sala Vitória beija o pai e vai para a faculdade, enquanto Álvaro espera por Felipe. Em seguida o rapaz aparece.

— Antes de sairmos, gostaria de brindar sua aposentadoria, pai você dedicou uma vida a essa empresa, vamos brindar! — Disse Felipe servindo uma taça de espumante para ele e para Álvaro.

— Você tem razão filho, uma vida digna de um filme, e você e sua irmã são a prova disso! Eu nunca errei em nenhuma escolha, tudo que fiz sempre foi por vocês! — Declarou Álvaro.

Felipe entrega a taça para o pai, os dois brindam e bebem o espumante.

— Mas você não está chateado com minha decisão meu filho? — Questionou Álvaro.

— Jamais estaria pai, até porque, ela não vai se concretizar! — Respondeu Felipe com um sorriso no rosto.

— Do que você está falando? — Perguntou Álvaro sentando-se no sofá.

— O que… eu estou tonto… Felipe? — Disse Álvaro enquanto sentava-se no sofá.

— Isso é pela minha mãe, ela morreu porque descobriu todas as suas traições. — Disse Felipe.

— Mas agora, vou resolver tudo! E de quebra, me vingo de todos que me abandonaram, a começar por você! — Continuou o rapaz.

— Não se preocupe pai, digo a Vitória que você mandou lembranças! — Concluiu Felipe bebendo o último gole de espumante e saindo de casa.

Não demora muito para uma funcionária da casa encontrar Álvaro na sala já sem vida, ela chama uma ambulância e avisa os filhos, Vitória corre para casa e Felipe faz um aviso na reunião com os acionistas.

— Meu pai faleceu essa manhã, mas deixou uma procuração assinada com a sua decisão… — Disse Felipe.

— A partir de hoje quem vai gerenciar a rede de supermercados sou eu! — Declara Felipe deixando a sala de reunião.

Na loja de suplementos Pedro emite alguns cupons fiscais para enviar as vendas do dia, o rapaz aderiu a um sistema de delivery nas lojas e isso alavancou ainda mais as vendas. Erick desce do escritório e percebe a quantidade de entregas que teria naquela manhã.

— Uau, Pedro com toda a certeza você é a melhor contratação que já fiz! Eu te amo cara! — Disse Erick.

— Que isso, eu que agradeço você, se não tivesse me dado uma nova chance para recomeçar, nem sei o que faria, obrigado irmão! — Respondeu Pedro.

Uma nova chance, Pedro teve essa nova chance com Erick, o rapaz poderia ter sido demitido em seu segundo dia, afinal a acusação de Felipe foi muito grave, mas Erick optou por confiar nele e talvez essa tenha sido a melhor decisão que Erick já tomou. Por outro lado, Felipe também tem uma nova chance, ele vai assumir as empresas da família, se vingou de seu pai que era o causador da morte da sua mãe, o que mais ele poderia querer? O jovem tem uma chance de apagar todas as suas magoas e seguir em frente, mas o lado sombrio dele o puxa cada vez mais para o fundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: